terça-feira, 23 de outubro de 2018

Ministro autoriza investigação contra deputados Andréa Murad e Sousa Neto


Outubro definitivamente não tem sido um bom mês para os Murad, que vivem seu inferno particular com sucessivas derrotas eleitorais e judiciais neste mês. 

Os Murad sofreram uma pesada derrota nas urnas no último dia 07 de outubro; em seguida Ricardo Murad foi preso pela segunda vez em uma das etapas da Operação Sermão aos Peixes, que investiga o maior desvio de recursos públicos no âmbito da Saúde maranhense; e hoje o ministro Jorge Mussi do Superior Tribunal de Justiça (STJ) autorizou investigação policial contra os deputados estaduais Andréa Murad e Sousa Neto, respectivamente filha e genro de Ricardo Murad. 

Na sentença o ministro da corte superior tornou sem efeitos uma decisão da desembargadora Nelma Sarney, cunhada do oligarca José Sarney (MDB), que impedia a Policia Civil de investigar o envolvimento dos parlamentares em desvio de recursos públicos no estado, no período em que Ricardo Murad foi secretário de saúde.

A policia tem fortes indícios que Andréa Murad e Sousa Neto foram beneficiados, podendo até estarem envolvidos diretamente, em uma suposta lavagem de dinheiro desviado da execução da obra do Hospital de Rosário, recurso público que pode ter sido aplicado em suas campanhas eleitorais em 2014, quando ambos conquistaram seus mandatos na Assembleia Legislativa. 

Agora a policia está livre para fazer seu trabalho e trazer os fatos a dona, e sabe-se lá o quê pode surgir com mais essa investigação contra os Murad. 

É esperar para ver!

Confira AQUI a decisão do Ministro do STJ