sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Conflitos entre João Alberto, Roseana, Hildo Rocha e Roberto Costa pode implodir o MDB


Não convidem para a mesma mesa do senador João Alberto de Sousa e deputado federal Hildo Rocha. Os dois políticos entraram em rota de colisão por conta do comando do MDB no Maranhão e tudo indica que não continuarão militando na mesma legenda.

Hildo quer a presidência do MDB e conta com o apoio da aliada Roseana Sarney, mas enfrenta forte resistência de João Alberto, que pretende entregar o comando da sigla para o deputado estadual Roberto Costa comandar as articulações visando as eleições municipais de 2020.

Vendo o caldeirão fervilhando e prestes a explodir, Roseana Sarney, que acaba de ser derrotada nas urnas, quis dá uma de pacificadora e se apresentar como candidata do consenso, mas a emenda saiu pior que o soneto. Roberto partiu cima e seu grupo não aceita ser comandado pela ex-governadora, o que deixou o ambiente ainda mais carregado.

Aliados da dupla Roseana Sarney/ Hildo Rocha acusam Roberto Costa de querer se apropriar do partido para adquirir poder de barganha e levar a legenda para uma suposta aliança com o candidato do governador Flávio Dino na sucessão municipal de 2020, enquanto partidários da dupla João Alberto/Roberto Costa afirmam que o MDB como Roseana ou Hildo no comando não vai lugar algum.

Os dois grupos não conseguem se entender e o caldo entornar a qualquer momento por conta do tamanho do fosso que os separam. Em um recente encontro do MDB, Roberto Costa partiu para cima da ex-governadora quando ela anunciou a intensão de ser candidata e anunciou que tudo que defende é feito com a orientação do senador João Alberto.

Do Jorge Vieira