quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Justiça impede ex-prefeito de invadir terra em União

O ex-prefeito de Coelho Neto, Soliney Silva (MDB), vive de tentar bancar o sabido sobre os outros, sempre buscando um meio de sair por cima, mesmo que isso cause prejuízos a terceiros. Para isso usa e abusa de todo o poder que o dinheiro pode comprar, e quando não dá certo, recorre a força bruta. 



Alguns meses atrás o ex-prefeito comprou umas terras no Piauí, mais precisamente na cidade de União, e lá começou a dar dor de cabeça, e causar muitos problemas para seu vizinho de cerca, que precisou buscar na Justiça meios de proteger-se dos abusos que Soliney vinha cometendo.

Em relato ao juízo de União, o vizinho prejudicado descreveu que "SOLINEY DE SOUSA E SILVA tem promovido desmatamentos e queimadas na área", e não satisfeito com os prejuízos ambientais que vinha provocando, o ex-prefeito ainda construiu "uma nova cerca dentro da propriedade, atuando com capangas fortemente armados". Como provas, foram anexadas fotos que comprovaram toda historia relatada, e que demonstraram ricamente o modo de agir de Soliney.

Dessa forma, o Juiz de Direito Auxiliar da Vara Única da Comarca de União, Roberth Rogério, expediu mandato de manutenção de posse em desfavor de Soliney Silva, e ainda determinou que a força policial acompanhasse na remoção da cerca feita pelo ex-prefeito, reconhecendo assim os direitos do vizinho prejudicado por Soliney, e ainda determinou multa diária de até mil reais em caso de descumprimento. 

E assim podemos ter um ideia de todo mau caratismo que move Soliney Silva, que não mede esforço para impor suas vontades e caprichos, não respeitando as leis e que recorre a capangas para ser atendido como bem quer. 

Confira AQUI a decisão judicial da comarca de União