terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Parecer aponta irregularidades, Socorro Waquim pode ter contas de campanha reprovadas


Técnicos da Justiça Eleitoral em Parecer Conclusivo tornado público ontem, segunda-feira (03/12), manifestaram-se pela DESAPROVAÇÃO da Prestação de Contas de Campanha da candidata Socorro Waquim (MDB), que atualmente exerce o mandato de vereadora em Timon, e que na última eleição tentava retornar à Assembleia Legislativa do Maranhão. 

Nas análise feita por técnicos judiciários, duas inconsistências consideradas graves levaram a recomendação pela desaprovação. A primeira estaria relacionada ao uso irregular de Recursos do Fundo Partidário, e a segunda seria também pelo uso irregular de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC). 

Cabe destacar, que estes dois fundos são abastecidos com recursos públicos, e segue um conjunto rígido de normas para o seu uso, que claramente foram violadas pela candidata, segundo análise judicial. 

Além da recomendação pela desaprovação, também foi orientado o pedido pela devolução dos recursos que teriam sido usados de forma irregular, no valor exato de R$ 6.300,00 (seis mil e trezentos reais). 

Terminada a eleição, Socorro Waquim tem agora mais um problema com a Justiça Eleitoral.