terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Desafinada, deputada usa tribunal da Assembleia para cantar


A deputada estadual Mical Damasceno (PTB), estreante da Assembleia, fez seu primeiro pronunciamento na sessão desta terça-feira (12), de maneira bem peculiar.

Desafinada, ela louvou a Deus em forma de canção e transformou a tribuna da Casa em uma espécie de púlpito da igreja do seu pai, o pastor Pedro Adil Damasceno, da Igreja Assembleia de Deus no Maranhão.

A cantoria assustou deputados que estavam presentes no plenário, o público na galeria e parte da imprensa. A deputada Cleide Coutinho, que conversava com a deputada Andrea Rezende, virou de uma vez quando a Mical começou a cantar.

Se queria chamar a atenção, a deputada estreante conseguiu, já que não é todo dia que se vê uma “cantora” na tribuna dando demonstração dos seus dotes artísticos, por assim dizer. Aliás, nem o deputado estadual Edivaldo Holanda (PTC), que é cantor gospel com CD’s gravados e tudo mais, usou da tribunal para cantorias.

Além da performance musical, Mical agradeceu pelos 30.693 votos que a elegeram deputada estadual e proferiu, dezenas de vezes, o nome de Deus durante seu primeiro pronunciamento como parlamentar.

Confira o vídeo abaixo:



Com informações do Marrapá e blog do Robert Lobato